Desenvolvimento Pessoal

Entenda porque o Ano Novo não vai te trazer nada.

Ano Novo
Matheus Peracine
Escrito por Matheus Peracine

Todo Ano Novo é a mesma ladainha.
Esse ano vai ser o meu ano / Vai ser ótimo / Vai ser TOP / Vou emagrecer… E por aí começa toda aquela conversa furada.

Pior do que essas promessas que você nunca cumpre (talvez por acreditar que o ano por si só vai trazer isso tudo pra você de mão beijada) são as tendências estelares-cósmicas-astrológicas-e-sem-fundamento.
“Ah, mas esse ano será regido por Saturno e…” Só uma pausa aqui. Imagina que legal se existisse vida em Marte e eles falassem: Esse ano vai ser demais pois será regido por Terra. Engraçado, não é mesmo? Voltemos ao texto.
A questão não é se você acredita em todo esse papo de numerologia, ano par e ano ímpar e tudo mais. A grande questão é o que você já sabe mas às vezes não pratica.

Se vestir de amarelo, entupir o estômago de grão-de-bico e lentilha e outras famosas besteiras não vão te ajudar a ser rico se continuar a fazer as mesmas coisas que fez nos anos passados.
Se fosse uma questão de dieta, os veganos seriam os donos do mundo.
Se fosse uma questão de cor, quem usa uniforme amarelo deveria estar na capa da Forbes e Times todos os anos.

O Ano Novo, só será Novo, se você for Novo. Com todas essas vírgulas pra você respirar bem durante essa bela frase e praticar a oxigenação do seu belo cérebro.

Pro seu cachorro, pra sua samambaia e até mesmo pra Júpiter, não existe data, não existe metros, quilómetros, celsius e todos os sistemas de medida que inventamos para tentar compreender o mundo.
Isso é invenção nossa e você sabe disso (se não sabe, tá sabendo agora).
Logo mudar um número no final do ano não vai mudar em nada na sua vida e nem te fará enriquecer ou ser a pessoa fitness que sempre quis ser.

Agora, se você fizer dieta e treinar, vai emagrecer.
Se você desenvolver conhecimentos que precisa e trabalhar duro, estará mais perto de ter seu apartamento e carro novos.

E o ano? Não influenciou em nada!

Mas eu sei as razões por acreditar nessas coisas lindas e fantásticas.

Uma delas é por querer fugir um pouco da responsabilidade.
“Esse ano foi difícil pois as energias estavam blá blá blá…”
É mais fácil falar isso do que assumir a responsabilidade.
“Tivemos uma crise econômica e eu não soube como agir e por isso estou na merda hoje.”

Outra razão é que esperamos que algo sempre esteja a nosso favor ou nos protegendo.
Precisamos acreditar que tem alguma coisa muito maior do que a gente e que está conduzindo a nossa vida para o melhor.
E isso é normal, não estou atacando religiões, cultos ou crenças, ok?
Mas não se apoie nisso pra tentar explicar as razões de algo ter dado errado ou certo.

Você tem todo direito de acreditar no que quiser, essa é a beleza do ser humano.
A questão é não fazer da sua fé, desculpa pra tudo.
Eu gosto muito de orar e visualizar com minha mente. É uma maneira forte de trazer todos os desejos e sonhos para um nível consciente do cérebro, e isso por si só, já ajuda e muito!
Ter clareza do que queremos é o ponto crucial pra que consigamos, ou, pelo menos, comecemos a trilhar nossa jornada.

Experimente, além de acreditar nas energias invisíveis, colocar sua cabeça pra funcionar.
Como?!

01 – Sabendo exatamente o que você quer conquistar nesse ano.
E quando eu falo exatamente, é com detalhes.
Não é apenas um apartamento – por exemplo – mas sim ele por completo.
Quantos quartos? Tem garagem? Tem varanda? Que bairro? Qual faixa de valor? Como vai ser decorado? Quando você quer? Qual o prazo?

Se você não souber exatamente o que quer, qualquer porcaria que cruzar o seu caminho vai ser útil ou ainda pior. Aquilo que realmente for bom pra você, você não conseguirá perceber.
É o princípio do relacionamento por carência. Qualquer pessoa que te dê um pouco de afago já se torna especial pra você… Por pouco tempo.

02 – O que você precisa fazer pra conseguir tais coisas.
Não adianta apenas saber, tem que trabalhar pra conquistar e você sabe disso.
Então, o que precisa ser feito?
Conseguir um novo trabalho? Se sim, qual? Qual salário precisa obter? Em que área você consegue tirar esse valor?
Precisa poupar? Quanto por mês? Até quando?

Tem que ter um O QUÊ e um COMO.
Algumas vezes o COMO não aparece rapidamente, mas sua mente dará um jeito pra que isso se encaixe.

São passos que parecem simples, mas acredite… Não são. Não nos ensinaram isso no dia a dia da escola e na televisão. Só que você precisa fazer isso se quiser realmente conquistar um corpo novo, uma casa nova, um carro novo, falar um novo idioma e tantas outras coisas.

E sempre tem aquela pessoa que fala: Falar é fácil, Matheus.
Sim, tão fácil quanto acreditar em destino, em karma, em punição, em horóscopo, em cores, simpatias… Tão fácil quanto dar desculpas.

Se você não tem tempo, entenda mais uma vez que tempo não existe e apenas inventamos uma maneira de mensurar ele em etapas pra organizar ciclos e etc. Logo, faça como um professor meu de faculdade recomendava: Não deu tempo de fazer o trabalho, na próxima come 03 bolachas de água e sal na hora do almoço que vai dar tempo.
Ou ainda quando alguns colegas falavam que não tiveram tempo e um outro professor dizia: O que vocês fazem das 00h00 até às 6h ou 7h? É só não dormir muito que vocês conseguirão entregar o trabalho.

Agora se você não tem dinheiro, me perdoe, mas essa é a desculpa universal de quem vê o mundo com cabresto.
Faça brigadeiros e venda na rua. Se disponha a dar aulas de algo que você sabe muito. Faça tricô pra fora. Se disponha fazer uns bicos… Se vira.
Não faltam casos de pessoas que saíram do zero, ou ainda do negativo, e trabalharam duro para conquistar uma vida melhor. E não são casos distantes, não. Procure na sua rua, no seu bairro e na sua cidade. E quando encontrar, convide pra um café e se disponha a aprender o que puder com essa pessoa.

Algumas vezes nada está a nosso favor, reconheço, mas aceitar as situações e deixar elas definirem nossas vidas, isso não é a atitude de quem fará o Ano Novo ser Novo.
No máximo é coisa de quem tem pensamento positivo e só.

Agora está nas suas mãos.
Aceitar o desafio e chamar a responsabilidade pra você e deixar os planetas em paz, girando em suas órbitas, ou continuar dando desculpas e esperar que o próximo ano te traga coisas boas, e o próximo e o próximo…

Até o entregador de pizza me traz uma boa pizza se eu trabalhar e tiver como pagar. Sem falar que tive de escolher, e ligar pra pedir a pizza. Se eu tivesse que esperar Plutão ou Vênus, morreria de fome.

Acredite mais em você e, como diria minha falecida avó: Faça por onde.

Um grande abraço e Feliz Ano Novo!
Matheus Peracine.

Sobre o Autor

Matheus Peracine

Matheus Peracine

Coach e Mentor. Ajudo as pessoas a serem mais focadas e produtivas, transformando suas mentes, hábitos e atitudes para melhor.

Comente

2 Comentários

Deixe um comentário